FirulaPolítica

Responsáveis pela força-tarefa da Lava Jato debatem a corrupção, em evento na Emerj

“Ato ou efeito de corromper ou de se corromper”. Essa é apenas uma das definições do dicionário para “corrupção”. E esse é o tema que a Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro traz para debate no próximo dia 30 de novembro, no evento “ Corrupção e seus Desdobramentos Sociojurídicos”.

Durante o encontro, será lançada a Revista da Emerj dedicada aos 30 anos da Escola, criada no mesmo ano da promulgação da Constituição Federal, a Constituição Cidadã.

O desembargador Ricardo Rodrigues Cardozo, diretor-geral da Emerj, e o juiz Antonio Aurélio Abi-Ramia Duarte, coordenador editorial da Revista da Emerj, abrem o evento que terá como palestrantes o juiz federal Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal e responsável pelos processos da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro; o professor Adán Carrizo Gonzáles-Castell, da Universidade de Salamanca; o procurador da República Eduardo El Hage, coordenador da força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro; e a psiquiatra Ana Beatriz Barbosa Silva, autora do livro “Mentes Perigosas: o psicopata mora ao lado”.

O evento é aberto ao público e as inscrições devem ser feitas no site www.emerj.tjrj.jus.br, onde é possível acessar todo o conteúdo da Revista da EMERJ, que também tem uma versão impressa e circula desde 1998, visando à difusão da cultura jurídica do país. A publicação de artigos doutrinários apresenta temas de interesse de toda a comunidade jurídica.

O encontro “Corrupção e seus Desdobramentos Sociojurídicos” será no Tribunal Pleno do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, na Rua Dom Manuel s/n, 10º andar, no Centro do Rio, a partir das 9h.

Assista ao vídeo de divulgação no link

https://www.youtube.com/watch?v=1d7nE8Mfddw

Fonte: Assessoria de Comunicação Institucional da Emerj

Artigos relacionados

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios